Vereadora Isabel Souza destaca a importância da mulher na política

Na terça-feira (8), a vereadora Isabel Cristina Souza (PDT) usou a tribuna para enaltecer o trabalho feminino

Foto: Jesley Dias

Durante a primeira sessão ordinária do ano, a vereadora Isabel Cristina Souza (PDT) usou a tribuna da Câmara de Vereadores para realçar a importância da participação da mulher na política. “Nestes 151 anos de existência da Câmara, é a primeira vez que temos três vereadoras atuando simultaneamente, sinal de novos tempos para a política rionegrense”, destacou a vereadora ao dar as boas-vindas a vereadora suplente Lucimar Terezinha Augustin Malinovski, que assumi o cargo por 30 dias.

 

Segundo Izabel, a mulher rionegrense já se viu representada por outras mulheres no passado que também merecem ser reconhecidas por seus méritos, entre elas, Eloina de Paula Xavier, Albany Bussmann, Laureci Maria Souza Gonçalves, Beatriz Veronica Grossl Gonçalves, Maria de Fátima da Rocha e Maria Célia Conte.

 

“Independentemente do tempo que legislaram marcaram suas presenças e seus nomes na história da política, fazendo valer a representatividade feminina no legislativo. Muito se fala sobre a necessidade de mais mulheres na política, sobre a necessidade da diversidade e principalmente sobre a importância dessa diversidade para que projetos sejam analisados com maior discussão e prospecção de sua aplicabilidade. Mas o que de fato vemos, é que poucas mulheres se veem encorajadas em se lançarem candidatas e consequentemente alcançarem o merecido lugar no legislativo, várias são as razões, desde o poder econômico e social, o medo da exposição, e também a falta de estrutura familiar”, diz.

 

A vereadora Isabel Souza também apresentou um gráfico com dados das últimas eleições em Rio Negro. O gráfico apontou que das eleições desde 2008, até a de 2020 o número de mulheres candidatas aumentou em 82% e com relação ao total de votos, ou seja, em candidatos homens e candidatas mulheres da eleição de 2016 para a de 2020 aumentou em 11% o percentual de votação em candidatas mulheres.

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.